Arquivo da categoria: turismo

Shanghai em fotos

 

do Flickr
As diversas histórias em Shanghai ainda não acabaram – pelo menos as minhas. Tem muitas fotos em álbum lá no Flickr. E é lá que vão ficar as fotos do Japão.

Vistas de Shanghai


IMG_1920, originally uploaded by henrique martin.

Novo álbum de fotos no Flickr. E ainda faltam pelo menos uns três lotes de fotos pra subir.

 

Ponte

IMG_2718, originally uploaded by henrique martin.

 

Peixes no céu

IMG_3128, originally uploaded by henrique martin.

 

O berimbau da viagem

O berimbau da viagem, originally uploaded by henrique martin.

Como diz o colega e turista profissional Ricardo Freire, sempre compramos um “berimbau” na viagem – aquele trambolho que é um saco para carregar. Shanghai teve o seu devido berimbau, mostrado na foto. É uma manta de seda. Sim, foi imbecil comprar. Tava no “shopping da seda” (sem trocadilhos com shampoos, por favor). O preço era bom. Não resisti.

Meio óbvio que não coube na mala, despachei como bagagem – até aí, tudo tranquilo. O avião pousa em São Paulo, chega a mala, o trambolho vem na sequência. Quando passo pela Receita Federal e saio da área de desembarque, cadê o treco? Perdi!

Duas horas depois, me liga uma senhora da Receita. “Olha, achamos um pacote aqui, é seu? Dá pra vir buscar?”. Cheguei na segunda, não deu pra ir na terça, na quarta ou na quinta. Nesse dia, à noite, a mulher liga de novo. “Quanto custa? Ah, 60 dólares, tá caro, até poderia comprar de você!”. Bem, consegui ir buscar apenas no sábado, e tomei chá de cadeira porque cheguei em um horário em que não havia desembarque internacional em Cumbica e todos os fiscais tavam em horário de almoço ou coisa parecida… Em tempo: um frio desgraçado em SP e eu nem usei o treco ainda.

***

Em tempo: esse blog ainda tem muito assunto. Não subi nem metade das fotos que quis pro Flickr ainda.

PuDong/Bund à noite

Em obras


IMG_1500, originally uploaded by henrique martin.

À direita, o topo da Jin Mao Tower, a mais alta de Shanghai até o momento, com 93 andares. Ao seu lado, obras do futuro World Financial Center, com 101 andares e previsão de inauguração para 2008. As obras da torre nova não paravam à noite – e dava pra ver de longe as luzes do pessoal trabalhando.